Sobre mim, a grande maioria das mulheres tem um sonho

Tempo de leitura: 3 minutos

Sobre mim, mesmo que neguem,  a grande maioria das mulheres tem um sonho: ser mãe. E este era o meu sonho desde muito pequena. Eu me lembro que desde criança, eu tinha várias bonecas, e sonhava no dia em que elas se tornassem uma criança de verdade, o meu bebê.

Meus sonho

92128d2e065d5d496da68c2ea17b606d - Sobre mim, a grande maioria das mulheres tem um sonho

Sonhava com os seus olhos me olhando, sua ternura, sua risada. E foi com esse sonho que eu e meu marido nos casamos. Ou seja um casamento lindo, digno de uma princesa. Mas o sonho estava prestes a se tornar um pesadelo.

No terceiro mês de casados eu engravidei. Ah! Sobre mim, me lembro daquele dia em que comprei um teste de farmácia e o resultado deu positivo. Eu e meu marido estávamos radiantes com a notícia!

Dois meses se passaram, eu estava bem, mas em certa tarde de domingo eu senti uma forte dor no abdômen. Foi quando percebi que estava perdendo sangue, chamei o meu marido desesperada! E foi neste dia que recebi a notícia de que meu bebê havia virado anjinho!

A dor era muito forte, mas prosseguimos nossa vida. O médico nos disse que em pouco tempo poderíamos tentar novamente. A nossa ansiedade era muito grande.

Me lembro de quando passávamos em frente às escolas e víamos crianças brincando. Aguardávamos o dia em que a nossa vez chegasse. Oito meses se passaram depois do primeiro aborto, então novamente descobri que estava grávida.

Mesmo com receio, eu e meu marido estávamos felizes. E que notícia boa, uma amiga muito próxima também estava esperando um bebê. Imaginávamos nossas crianças brincando juntas e como elas seriam amigas. Mas eis que a vida me deu um novo golpe, e no terceiro mês de gestação eu perdi meu bebê novamente.

Meu tempo

Ou seja o tempo passou, a minha amiga teve uma linda menina. Fui visita-la, ver aquele lindo bebê e pensando, poderia ser o meu! Mas não era.

Foi então que resolvi investigar qual era o meu problema, e descobri que tinha ovário policístico. O médico surpreendeu-se pelo fato de eu ter passado por duas gravidezes! E mais uma notícia veio: Por outro lado,  eu teria de fazer um longo tratamento para engravidar.

Mas não desisti, o meu sonho era maior que tudo. E depois de exatos 18 meses de tratamento, eu descobri que novamente eu estava grávida. Me lembro do dia em que fiz o teste e descobri. Me lembro do gelo que senti na barriga, e o medo de ter que passar por toda aquela dor novamente.

Descobri que a minha gravidez era de alto risco, mas resolvi prosseguir. Eu não poderia desistir do meu sonho! No oitavo mês eu tive sangramento, mas aquele bebê era forte, e sobreviveu!

E depois de meses de repouso, com exatamente 43 semanas de gestação meu parto cesariana aconteceu. Lá estava ela minha pequena Vitória, linda, forte e pronta para receber o nosso amor!

Hoje, minha princesa já está com 2 anos de idade e eu decidi que iria passar a minha experiência ao mundo. À mulheres, que assim como eu, tem o sonho de engravidar mas não conseguem. Cá estou para mostrar que é possível, e dar as melhores dicas sobre a gravidez, parto, pós-parto, amamentação e cuidados com o bebê.

Seja muito bem-vinda, futura mamãe.